terça-feira, 13 de outubro de 2020

IV ENCONTRO REDE DE BIBLIOTECAS ASSOCIADAS À COMISSÃO NACIONAL DA UNESCO


O IV ENCONTRO REDE DE BIBLIOTECAS ASSOCIADAS À COMISSÃO NACIONAL DA UNESCO, FOI CANCELADO, DEVIDO À SITUAÇÃO DE CALAMIDADE EM TODO O TERRITÓRIO NACIONAL




segunda-feira, 11 de maio de 2020

REABERTURA DA BIBLIOTECA MUNICIPAL JOSÉ MARMELO E SILVA

Normas temporárias de utilização e acesso
Nesta fase a Biblioteca Municipal vai disponibilizar os seguintes serviços:

Empréstimo através de agendamento
1. Consultar o catálogo em: http://bibliotecacm-espinho.pt/Opac/
2. Informar sobre os livros que pretende requisitar, através do telefone 22 733 58 69, por email: bme@cm-espinho.pt ou via OPAC;
3. Indicar o n.º de leitor e nome completo;
4.Levantamento da reserva na data e hora agendada;


NORMAS TEMPORÁRIAS DE UTILIZAÇÃO E ACESSO
1. Uso obrigatório de máscaras para reduzir a transmissão do vírus.
2. À entrada na Biblioteca existem dispensadores com gel desinfetante para a correta desinfeção das mãos;
3. Manutenção de todas as medidas de distanciamento social, nomeadamente manter uma distância entre pessoas superior a 2 metros;
4. Horário de funcionamento: 2ª a 6ª feira: 10:00 às 16:00 horas
5. De forma a minimizar-se os riscos de contágio, está interditado acesso às revistas e jornais, assim como às salas de leitura;
6. Confere-se poder ao responsável pela biblioteca, para solicitar aos utilizadores que saiam das instalações, sempre que estejam a incumprir com as regras definidas, contactando se necessário a autoridade policial;
7. Recomenda-se que as pessoas dos grupos mais vulneráveis, não frequentem o espaço.
8. São igualmente aplicáveis todas as recomendações da autoridade de saúde e decisões governamentais associadas à doença COVID-19.


ACESSO AOS COMPUTADORES
1. Apenas estão disponíveis 2 computadores com a possibilidade de utilização de uma hora por pessoa.

A Câmara Municipal de Espinho quer assumir um compromisso com os seus Munícipes "TODOS SOMOS AGENTES DE SAÚDE PÚBLICA” 

PARALELAMENTE FORAM ADOTADAS AS SEGUINTES MEDIDAS
1. Desinfeção permanente dos computadores;
2. Os documentos devolvidos ficarão de quarentena durante 9 dias, num local para o efeito;
3. Reforço das condições de higienização das instalações (torneiras, puxadores de portas e wc);

quinta-feira, 30 de abril de 2020

PORTAS ABERTAS E CÂMARA MUNICIPAL DE ESPINHO ESTABELECEM COLABORAÇÃO


Parceria de colaboração para angariação de material informático, no âmbito do Programa de Apoio ao Ensino à Distância – EDUCA ON

A colaboração estabelecida entre o website Portas Abertas e o Município de Espinho traduz-se na intermediação e angariação de computadores, impressoras, tablets, telemóveis com acesso à internet e seus acessórios, doados por entidades sensíveis à necessidade de promover e manter o acesso à educação para todos os alunos do concelho de Espinho.

Como parceiro oficial nacional do Município de Espinho, o projecto Portas Abertas ficará assim responsável por obter cerca de 700 equipamentos informáticos, novos ou usados, para apoiar o Programa de Apoio ao Ensino à Distância – EDUCA ON. Lançado pela Divisão de Educação e Juventude e pela Divisão de Cultura e Museologia, com o apoio dos Agrupamentos de Escolas do concelho de Espinho, este programa pretende criar uma bolsa de material informático para que, tanto os docentes, como os alunos com dificuldades de acesso a estes bens, consigam prosseguir o ensino à distância – a única modalidade de aprendizagem disponível neste tempo de pandemia.

O projeto Portas Abertas não conseguiu ficar indiferente a este problema e mobilizou toda a sua equipa de voluntários para poder ajudar e minimizar a falta de equipamentos informáticos, essenciais para que todos os estudantes do país consigam continuar os seus estudos à distância, acedendo de forma equitativa à sua educação.

"É para nós uma honra podermos contar com o voto de confiança que a Câmara Municipal de Espinho está a depositar na missão que temos vindo a desempenhar, desde que se iniciou esta terrível pandemia no nosso país. Acreditamos estar à altura deste desafio, fundamental para que todos os alunos tenham igualdade de oportunidades na sua aprendizagem e educação à distância”, assinala a equipa do Portas Abertas.

Sob o mote "Abra as Portas à Solidariedade”, o Portas Abertas nasceu para dar resposta às muitas necessidades de bens e serviços que todos os médicos, enfermeiros, auxiliares e demais profissionais de saúde estão, ou poderão vir, a sentir durante esta luta contra o novo Coronavírus.

Através desta plataforma online, qualquer empresário, em nome individual ou com micro, pequena, média ou grande empresa, pode manifestar o seu interesse para doação de vários produtos para colmatar as necessidades mais básicas de hospitais, centros de saúde e outras unidades hospitalares.

De igual modo, qualquer profissional de saúde ou unidade hospitalar pode registar a sua carência, para que a mesma seja rapidamente solucionada.

#FiqueEmCasa e abra as portas à Solidariedade

quarta-feira, 22 de abril de 2020

EDUCA ON - PROGRAMA DE APOIO AO ENSINO À DISTÂNCIA - VOLUNTÁRIOS

Após a entrega do material, uma equipa de voluntários, sob orientação técnica por parte dos agrupamentos, irá tratar de otimizar o material informático, preparando o mesmo para a distribuição pelos agregados necessitados. A colaboração entre todos é da máxima importância nesta iniciativa.
Se possui competências informáticas, quer seja a nível de hardware ou de software, e pode dispensar algum do seu tempo a ajudar, registe a sua disponibilidade.



sexta-feira, 17 de abril de 2020

EDUCA ON - PROGRAMA DE APOIO AO ENSINO À DISTÂNCIA


EDUCA ON

PROGRAMA DE APOIO AO ENSINO À DISTÂNCIA



O Município de Espinho, através da Divisão de Educação e Juventude e da Divisão de Cultura e Museologia com o apoio dos Agrupamentos de Escolas do concelho, criou um programa de apoio ao ensino à distância, através da recolha de material informático destinado a alunos que não possuem este tipo de equipamento

Com o arranque do 3.º período, o ensino à distância tornou-se numa modalidade única nestes tempos difíceis. Garantir o acesso à educação a todos os alunos dos vários graus de ensino, é um desígnio nacional, ao qual o Município de Espinho se juntou para minimizar a dificuldade que algumas famílias apresentam garantindo assim igualdade de oportunidades entre todos. Em estreita colaboração com os Agrupamentos de Escolas do concelho implementou o um programa que permitirá criar uma bolsa de equipamentos informáticos para serem distribuídos pelos alunos de todos os graus de ensino escolar do concelho de Espinho. 

Para Vicente Pinto, vice-presidente da Câmara Municipal de Espinho com o pelouro da educação, "Uma das grandes preocupações desta autarquia é a Educação, o combate ao insucesso escolar e a criação de igualdade de oportunidades.  
Este projeto visa também apoiar as escolas dotando-as dos equipamentos informáticos para darem as condições aos alunos e docentes para o ensino à distância. Nos últimos anos houve um grande desinvestimento por parte do Estado em equipamentos informáticos. Muitos dos computadores existentes estão obsoletos ou avariados. A Educação tem de ser uma causa nacional, em particular para assegurar uma escola pública de qualidade, que esteja à altura do momento critico que vivemos. Estamos convictos que a sociedade civil e empresas se juntarão a esta causa de solidariedade social e de partilha.” 

São abrangidos pelo projeto "Educa ON” todos os computadores, impressoras, tablets, telemóveis com acesso à internet e seus acessórios.  

Os equipamentos poderão ser entregues nas instalações da Escola EB 2/3 Sá Couto, sita na Rua 34, n.º 934 a partir do próximo dia 23 de abril, de segunda-feira a sexta-feira, das 09:00 às 13:00 horas. 

Consulte o regulamento AQUI

sexta-feira, 3 de abril de 2020

PLANO DE CONTIGÊNCIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE ESPINHO

Na sequência do Plano Nacional de Preparação e Resposta à Doença por novo Coronavírus (Covid-19) e das orientações da Direção-Geral da Saúde para diminuir a evolução epidemiológica, informamos que a Câmara Municipal de Espinho determinou o encerramento da Biblioteca Municipal até nova ordem
(Despacho nº8/2020: COVID_19).

Assim, informamos os nossos leitores que os prazos de devolução de todos os documentos com datas de retorno entre 12 de março e 3 de abril, irão ser prolongados automaticamente para que ninguém entre em incumprimento devido ao plano de contingência. 

Para qualquer assunto por favor contactar a Biblioteca no seguinte horário:
Segunda a sexta-feira: das 9 às 13 horas e das 14 às 17:00 horas.
Telefone:22 733 58 69
Email: bme@cm-espinho.pt


quarta-feira, 18 de março de 2020

IMPRENSA LOCAL ONLINE

Apesar dos constrangimentos que estamos a viver, o trabalho continua e o acesso online à história local de Espinho através dos seus periódicos, vai continuar a decorrer. Do jornal Defesa de Espinho, estão já disponíveis os documentos até à década de 70. A década seguinte conta também já com alguns exemplares disponíveis.
18-03-2020




STOP CONTÁGIO - JOGO ONLINE


STOP Contágio | jogo online


Prevenção da transmissão de agentes infecciosos


A Direção-Geral da Saúde lançou o jogo on-line “STOP Contágio” para, de forma lúdica, promover a melhoria dos conhecimentos e a adoção de comportamentos adequados por parte da população, no que diz respeito à prevenção da transmissão de agentes infecciosos, como é o caso do coronavírus responsável pela COVID-19.

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020

PENSAR A ESCRITA COM MÁRCIO ALVES CANDOSO

Apresentação do livro “ Quando Tudo Era Tanto” 
Editora: Orfeu, livraria portuguesa e galega, Bruxelas
Participação especial do músico Manuel Guimarães, com a apresentação do CD “Espinho”
Organização: Biblioteca Municipal
Dia 14 de março às 15:00 horas.

SEMANA DA LEITURA

A Rede de Bibliotecas de Espinho irá assinalar a Semana da Leitura, promovida pelo Plano Nacional de Leitura de 9 a 13 de março, durante todo o mês de março.
Com uma grande variedade de iniciativas, destinadas a todo o público, tem como objetivo celebrar a leitura, o livro e o leitor.

Dia 6 de março
Encontro com a palavra” pela mediadora de leitura Bru Junça
Local: Agrupamento de Escolas Dr. Manuel Laranjeira
Organização: Agrupamento de Escolas Dr. Manuel Laranjeira

Dia 7 de março
Missão: ler e rir” com a autora Paula Oliveira
Local: Escola Básica de Silvalde
Organização: Escola Básica de Silvalde (Agrupamento de Escolas Dr. Manuel Gomes de Almeida)

Dia 9 de março, das 9h00 às 15h30
Encontro com o escritor/ apicultor Paulo Santos 
Local: Escola Básica de Anta
Organização: Agrupamento de Escolas Dr. Manuel Laranjeira

Dia 10 de março
Há leitura” com a autora Paula Oliveira
Local: Escola Básica Domingos Capela
Organização: Escola Básica Domingos Capela (Agrupamento de Escolas Dr. Manuel Gomes de Almeida)

Dia 10 de março, às 14h30m
Recital “Entre Nós e as Palavras” com Pedro Lamares
Local: Escola Secundária Dr. Manuel Gomes de Almeida (auditório)
Organização: Agrupamento de Escolas Dr. Manuel Gomes de Almeida

Dia 11 de março, às 14h30
Encontro com a escritora Alice Vieira
Local: Escola Secundária Dr. Manuel Gomes de Almeida (biblioteca)
Organização: Agrupamento de Escolas Manuel Gomes de Almeida

Dia 17 de março, de manhã
Encontro com o escritor Franclim Neto
apresentação do livro “lobo mau Xau Xau”
Local: Escola Básica de Paramos 
Organização: Agrupamento de Escolas Manuel Gomes de Almeida

Dia 18 de março - manhã e tarde
Encontro com o escritor Franclim Neto
Apresentação do livro “lobo mau Xau Xau”
Local: Escola Básica Espinho 2
Organização: Agrupamento de Escolas Manuel Gomes de Almeida

Dia 20 de março - CANCELADO
Fase Final do Concurso Concelhio de Leitura
Às 18:00 horas – prova escrita na Biblioteca Municipal José Marmelo e Silva
Às 21:00 horas – prova oral no Centro Multimeios de Espinho, com a participação do contador de histórias Rui Ramos do Baú do Contador 
(Entrada livre até à lotação da sala) 

Dia 23 de março
"Poesia na Feira"
Local: Escola Secundária Dr. Manuel Laranjeira
Organização: Agrupamento de Escolas Dr. Manuel Laranjeira

Dia 26 de março, às 18h00
Pensar a escrita com Filipa Martins
Local: Biblioteca Municipal José Marmelo e Silva
Organização: Câmara Municipal de Espinho

Organização :Rede de Bibliotecas de Espinho

EXPOSIÇÃO “O SILÊNCIO DAS ÁRVORES” de MARIA ROSA

ROSA MARIA

Nasceu no Porto em 1965. Frequentou, em 1992, o Curso Livre de Pintura da Cooperativa Árvore, começando a expor nesse mesmo ano.

EXPÔS em 
2019 Biblioteca Municipal - Oliveira do Bairro – Reflexos
2019 Olga Santos Galeria – Arvores – Porto
2018 Atmosfera M - Inquietudes – Porto
2018 Galeria Geraldes – 4 Coincidências – Porto
2017 The Cult House – Londres
2016 Geraldes – Quatro Coincidências – Porto
2016 ART-MAP Reconhecimento – Ponte de Lima
2016 Casa das Artes – Solidarte – Porto
2016 Fundação Escultor José Rodrigues – Porto
2015 Museu de Aveiro- Exposição Internacional - «A Poética do Visual»
2015 Ordem dos Médicos – Multiplicidades – Porto
2014 Estratégias Criativas – Personalidades - Porto
2013 Galeria Olga Santos – Abstractos - Porto
2010 Galeria de Arte São Mamede – Passados - Famalicão
2004 Associação de Estudantes Graduados do Instituto Superior Técnico, AEGIST,- Lisboa
2003 Club BCP, Banco Comercial Português - Porto
2003 Centro Cultural de Paranhos – Porto
2002 A Casa de Miramar - em Vila Nova de Gaia
2001 A Casa dos Pinhais da Foz – Porto
2000 Sede da Associação Empresarial do Porto, AEP – Porto
1995 Palácio Atlantico – Porto. 1992 Cooperativa Árvore

De 4 a 28 de março de 2020
Átrio da Biblioteca Municipal
Horário de funcionamento

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020

CONCURSO NACIONAL DE LEITURA

No âmbito da 14.ª edição do Concurso Nacional de Leitura - CNL, promovido pelo Plano Nacional de Leitura 2027 (PNL 2027), a Biblioteca Municipal José Marmelo e Silva realizou a Fase Municipal, onde foram apurados três vencedores por cada nível de ensino (2.º ciclo, 3.º ciclo e secundário) do Município de Espinho.

 Vencedores 

2.º ciclo - Chocolate à chuva
Ana José Cabeça - AEML
Mahevá Cordeiro Caldas-  AEMGA
Nádia Andreia Vieira Mesquita - ESMGA

3.º ciclo - "Mar me quer" de Mia Couto
Inês Romeira Faria - AEMGA
Maria Barbosa Costa Almeida - AEMGA
Matilde Gomes Sousa - AEMGA

Secundário - "O doente inglês" de Michael Ondaatje
Beatriz Sofia Ataíde - AEML
Francisca Resende Ferreira - AEML
Inês Sousa Correia da Silva - AEMGA


quinta-feira, 30 de janeiro de 2020

BEBÉTECA | “HISTÓRIAS DA VIDA EM DÓ MAIOR”

ANA ESTEVES E LÚCIA BARBOSA
29-02-2020

Era uma vez uma “contadora de histórias” e uma “cantadora e tocadora de histórias”. Convictas de que a “união faz a força”, deram início a este projeto, que visa estimular a curiosidade e o gosto pela descoberta, quer através da leitura, quer através da música.

Destinatários: bebés dos 3 meses aos 5 anos e famílias
Ingresso: 5€ criança + acomp.; acomp. extra 2€
Inscrições: a partir de 27 de janeiro AQUI 
Mais informação | bme.inscricoes@gmail.com



CONCURSO NACIONAL DE LEITURA - FASE MUNICIPAL

DIA 12 DE FEVEREIRO

No âmbito da 14.ª edição do Concurso Nacional de Leitura - CNL, promovido pelo Plano Nacional de Leitura 2027 (PNL 2027), a Biblioteca Municipal José Marmelo e Silva vai acolher a Fase Municipal, onde serão selecionados três vencedores por cada nível de ensino (2.º ciclo, 3.º ciclo e secundário) do Município de Espinho.

Obras a concurso no Município de Espinho:

"Chocolate à chuva" de Alice Vieira – 2.º ciclo

"Mar me quer" de Mia Couto – 3.º ciclo

"O doente inglês" de Michael Ondaatje – secundário

Organização: Biblioteca, PNL e Rede de Bibliotecas de Espinho



EXPOSIÇÃO “O UNIVERSO DOS LIVROS CARTONEROS”

A Biblioteca Municipal José Marmelo e Silva vai acolher a exposição “O Universo de livros cartoneros” da editora Vento Norte Cartonero. 

“A história das editoras cartoneras começa com um toque de fábula trágica. Era uma vez um país abaixo da famosa linha do Equador mergulhado em mais uma de suas costumeiras crises cíclicas. É o contexto no qual emerge a primeira editora cartonera do mundo. Reza uma das lendas sobre sua origem, alimentadas pelo silêncio dos fundadores, que dois amigos, o escritor Washington Cucurto e o artista plástico Javier Barilaro, tinham o propósito de fundar uma editora convencional, mas como não havia dinheiro nessa época na Argentina para um empreendimento de tal tipo, entre outras coisas porque todas as contas de poupança nos bancos estavam sequestradas, tiveram então a ideia de brincar fazendo um livrinho com textos fotocopiados e capas de papelão. O resultado agradou e incentivou a criação imediata no ano de 2003 da hoje histórica Eloísa Cartonera. 
(…) Criadas por pequenos grupos de pessoas ligadas ao fazer literário e cultural, em certos casos também a coletivos com preocupações políticas e sociais, funcionam muitas vezes como propostas de intervenção para lançar, junto a textos de autores reconhecidos, vozes e linguagens de sujeitos sempre silenciados, para tornar a escrita e a leitura práticas de maior incidência na vida cotidiana, sobretudo entre setores que historicamente estiveram à margem da cultura letrada. 
(…) Sem dúvida, pode-se afirmar que a originalidade do livro cartonero reside em boa medida no suporte que se usa para a elaboração das capas e no trabalho plástico que recebem, pois ao se empregar o papelão (cartón em espanhol, por isso o nome) inverte-se o destino de um material típico da sociedade de consumo, os depósitos de lixo ou as empresas de reciclagem, para sua conversão através da criatividade em parte de um objeto que busca se inserir sob outra lógica no campo de bens simbólicos. Em tal sentido, a opção pelo papelão está ligada ao gesto da consciência ecológica na luta atual pela sustentabilidade do planeta, um gesto que não deixa de ser uma tomada de posição política. A isso se acresce que o resultado das intervenções plásticas nas capas, usando diferentes técnicas, dá ao livro cartonero uma certa “aura”, pois cada exemplar resulta único pela singularidade da mesma. (…) A exposição que aqui se apresenta é apenas uma pequena amostra do heterogêneo universo dos livros cartoneros. O visitante poderá observar o que editoras de diversos países de América Latina e Europa publicam e a forma singular como elaboram seus livros. O espírito que a guia então é o de possibilitar que o público visitante conheça a proposta editorial que nasceu da precariedade e hoje se espalha por diferentes sertões do mundo.” 
[Excertos de um texto de Gaudêncio Gaudério, Vento Norte Cartonero]
Nota: Existe a possibilidade de visitas guiadas à exposição para grupos, através do endereço: servicoeducativo.cultura@gmail.com 
Curadoria: Vento Norte Cartonero 
Apoio: Lúcia Fernandes
Organização: Biblioteca Municipal com o apoio do serviço educativo

quinta-feira, 2 de janeiro de 2020

1, 2, 3… READ & PLAY WITH ME!



Atividades didáticas em inglês, com história, música e movimento para crianças!
O objetivo é a aprendizagem da língua inglesa de uma forma natural, utilizando o corpo (TPR Total Physical Response), através da exploração de histórias em inglês, das artes, da música, da dança e dos jogos didáticos. Esta atividade é dinamizada pela voluntária Ana Paula Marques.
Público-alvo: crianças dos 3 aos 5 anos e até 2 acompanhantes
Periodicidade: um sábado por mês com limite máximo de 10 crianças.

Inscrição gratuita AQUI

CONTOS E CANTOS PARA INFANTES

Iniciativa promovida por RUI RAMOS, de “O Baú do contador”

“Rui Ramos, natural do Porto, Portugal é contador de histórias orais, escritas e
desenhadas, há mais de 4 anos. Formador nas áreas da ilustração, escrita criativa e narração oral. 
Licenciado, Mestre e Doutor em Geologia na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP), estudou os mistérios da Terra e do Universo para melhor poder contar as suas histórias. 
Foi investigador científico durante 12 anos na FCUP Criativo por natureza, improvisador por vocação, contador por paixão e formador por sentido de dever e prazer pela partilha de conhecimento. 
Contar histórias é a melhor forma de transmitir ideias, conceitos e informação de forma lúdica e cativante, quer para miúdos quer para graúdos.” 
Inscrições prévias destinadas a crianças com idades compreendidas entre os 2 aos 5 anos Custo: 3€ por criança.
Inscrições AQUI
Organização: Biblioteca Municipal e Baú do Contador

BEBÉTECA | “BZZZ!! A CASA DA MOSCA FOSCA!”

Pelo coletivo "O Som do Algodão"

Sete assentos, sete pratos e sete animais… alguém bate à porta. Quem será que aí vem? A partir do livro “A casa da Mosca Fosca”, de Eva Mejuto, os bebés serão envolvidos por lengalengas e onomatopeias despertadas pelas diferentes personagens.

Destinatários | crianças a partir dos 2 anos e famílias

Ingresso | 3.5€ por participante

Inscrições a partir do dia 04-12-2019 AQUI  

Mais informação | http://www.osomdoalgodao.pt/

CONCURSO DE CARTAZES “AGRICULTURA FAMILIAR E ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL”

No âmbito da Rede de Bibliotecas Associadas à Comissão Nacional da UNESCO, na qual a Biblioteca Municipal José Marmelo e Silva está integrada, estamos a promover um Concurso de Cartazes dirigido a várias faixas etárias sob o tema “Agricultura familiar e alimentação saudável”, visando sensibilizar para a necessidade de garantir a segurança alimentar e dietas nutritivas para todos (anexamos Regulamento e Ficha de Inscrição para o Concurso).
A data limite para entrega dos trabalhos a Concurso na Biblioteca Municipal José Marmelo e Silva é dia 8 de maio, sendo efetuada a comunicação dos 4 trabalhos selecionados para nos representar, no dia 15 de maio.
A comunicação dos resultados do Concurso será efetuada no dia 22 de maio pela Comissão Nacional da UNESCO e a cerimónia de entrega de prémios será no dia 16 de outubro, Dia Internacional da Alimentação, no IV Encontro das Bibliotecas Associadas à Comissão Nacional da UNESCO, que decorrerá na Biblioteca Municipal José Marmelo e Silva, em Espinho.

Os trabalhos serão divididos em quatro categorias:

Entre os 12 e os 15 anos (3.º ciclo)
Tema: A minha quinta

Entre os 16 e os 18 anos (secundário)
Tema: A produção de alimentos sustentáveis

Entre os 20 e os 50 anos
Tema : A arte como estímulo para uma alimentação saudável

A partir dos 65 anos
Tema: A agricultura e adaptação às alterações climáticas
A cada categoria será atribuído um vencedor.

Participe!
Organização: Biblioteca Municipal e Comissão Nacional da UNESCO

Regulamento - Ficha Concurso

EXPOSIÇÃO DE PINTURA “LET’S KEEP TOGETHER” DE RITA BRAGA ALVES

EXPOSIÇÃO DE PINTURA “LET’S KEEP TOGETHER” DE RITA BRAGA ALVES
Inauguração: dia 11 de janeiro às 15:00 horas


O trabalho “Let’s keep together” (vamos permanecer juntos) é sobre a humildade que nós, enquanto seres humanos parte de um todo, devemos ter sobre a Natureza. Propõe-se refletir sobre o impacto das intervenções físicas do homem na paisagem natural. Os traços riscados podem representar as construções, os espaços manipulados fisicamente pelo homem. As manchas de cor podem representar as paisagens, quer como mancha espessa com o uso de acrílico, quer como mancha leve e subtil com o uso de aguarela. A ideia é recriar, em pequenas pinturas, o jogo de intervenção versus paisagem onde a mancha espessa pode passar por cima do traço impondo a sua força - por muito que mudes eu prevaleço – e onde a mancha leve permite criar a transparência que confirma a sua presença permanente - mesmo que não me vejas estou aqui.  Mais trabalhos em www.ritabragaalves.weebly.com.
Rita Braga Alves, arquiteta e artista plástica.

1, 2, 3… READ & PLAY WITH ME!

1, 2, 3… READ & PLAY WITH ME!

Atividades didáticas em inglês, com história, música e movimento para crianças!
O objetivo é a aprendizagem da língua inglesa de uma forma natural, utilizando o corpo (TPR Total Physical Response), através da exploração de histórias em inglês, das artes, da música, da dança e dos jogos didáticos. Esta atividade é dinamizada pela voluntária Ana Paula Marques.
Público-alvo: crianças dos 3 aos 5 anos e até 2 acompanhantes
Periodicidade: um sábado por mês com limite máximo de 10 crianças. Inscrição gratuita AQUI

CONTOS E CANTOS PARA INFANTES

Iniciativa promovida por RUI RAMOS, de “O Baú do contador”

“Rui Ramos, natural do Porto, Portugal é contador de histórias orais, escritas e
desenhadas, há mais de 4 anos. Formador nas áreas da ilustração, escrita criativa e narração oral. 
Licenciado, Mestre e Doutor em Geologia na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP), estudou os mistérios da Terra e do Universo para melhor poder contar as suas histórias. 
Foi investigador científico durante 12 anos na FCUP Criativo por natureza, improvisador por vocação, contador por paixão e formador por sentido de dever e prazer pela partilha de conhecimento. 
Contar histórias é a melhor forma de transmitir ideias, conceitos e informação de forma lúdica e cativante, quer para miúdos quer para graúdos.” 
Inscrições prévias destinadas a crianças com idades compreendidas entre os 2 aos 5 anos Custo: 3€ por criança.
Inscrições AQUI
Organização: Biblioteca Municipal e Baú do Contador