quinta-feira, 7 de maio de 2015

APRESENTAÇÃO DO LIVRO "OITO E DEMY" DE DANYEL GUERRA

O livro 'Oito e demy', de Danyel Guerra, será apresentado em Espinho, durante uma sessão marcada para 9 de maio próximo, pelas 15 horas, na Biblioteca Municipal José Marmelo e Silva. Com entrada livre, o evento integra a projeção de uma curta-metragem surpresa.
Ao longo de 90 páginas, o conteúdo do sexto título de Guerra se desenrola como um ecrã disponível e propício para fazer reverberar nove cronicríticas/ cronensaios sobre a vida e a obra de realizadores/diretores que foram capazes de conceber e entender o Cinema como a Música da Luz, na acepção de Abel Gance. O volume dá a merecida prioridade ao texto em que é abordado o Cinema épico de Manoel de Oliveira,                
Edição do selo Aleph, 'Oito e demy' se ilumina ainda com uma crónica pós crédito, tributando a atriz Anita Ekberg, celebrizada pela atuação em 'La Dolce Vita', de Federico Fellini, um dos cineastas analisados na obra. Conforme sublinha Danyel Guerra, esta coletânea é uma assumida e ineludível homenagem afetiva, afetuosa, afetada pelo Amor ao Cinema. 
"Como escopo, nestes textos não busco estabelecer nem hermenêuticas académicas, nem anunciar exegeses  pretensamente definitivas em relação aos feitos e defeitos  destes clássicos da sétima arte", enfatiza o autor. Perfilhando uma opção preferencial pela escrita (re)criativa, Danyel Guerra é igualmente autor dos livros 'Em Busca da Musa Clio'(2004), ensaio biográfico sobre o poeta arcádico Tomás Gonzaga, 'Amor, Città Aperta' (2008) e 'O Céu sobre Berlin' (2009), ambos recolhas de crónicas de viagens, 'Excitações Klimtorianas' (2012), uma novela erótico-fantástica, e 'O Apojo das Ninfas' (2013), uma coletânea de textos retratando 13 figuras femininas.

0 comentários:

Enviar um comentário